Risco de morte por problemas no coração é maior em pessoas que tem diabetes

Se você descobriu que  é diabetico é hora de começar se preocupar com seu coração. Poucos pacientes entendem essa relação mas ela existe e é preocupante. O alerta é do médico Dr Sérgio Téran do Centro Médico Laguna no Dia Mundial do Coração comemorado nesta sexta-feira (29). Segundo ele “a doença é considerada um dos maiores fatores de risco para problemas cardíacos”.

Estatísticas da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD),  sugerem que cerca de 68% das mortes entre pacientes diabéticos com idade acima de 65 anos acontecem devido a problemas cardiovasculares. Adultos com diabetes possuem de duas a quatro vezes mais chances de terem doenças cardíacas do que adultos sem diabetes.

Téran explica que isso acontece com pacientes portadores de diabetes devido a elevação da glicemia e a resistência à insulina, principalmente nos pacientes com diabetes tipo 2 (adquirida), o que leva a uma inflamação crônica das artérias. “A morte de pacientes diabéticos principalmente infarto agudo do miocárdio. Além do infarto, é também comum a ocorrência de AVC e problemas na circulação periférica, principalmente das pernas, que podem levar até à necessidade de amputações”, ressalta o médico.

A boa notícia é que é possível previnir essas doenças cardíacas mesmo sendo diabético. Alimentação equilibrada, atividade física regular e medicamentos, quando prescritos, são essenciaisA prevenção em geral é feita por meio do controle de diversos fatores de risco, como hipertensão, glicemia, tabagismo, obesidade, colesterol e sedentarismo. Portanto uma alimentação equilibrada e a prática de 30 minutos de atividade física moderada, como uma caminhada rápida, pelo menos cinco vezes por semana, já ajuda na prevenção. Em alguns casos é necessário o uso de medicamentos”, explica Dr. Sérgio.