Secretário de Saúde de Linhares faz prestação de contas na Câmara Municipal. Leia os detalhes

O secretário Municipal de Saúde, Valdir Massucati, apresentou na última segunda-feira (5), no plenário da Câmara Municipal de Linhares, a prestação de contas de ações e serviços da pasta, a pedido dos vereadores. Na oportunidade, foram esclarecidos pontos pertinentes aos serviços de saúde pública do município, no exercício de 2017, dentre outros. 

Ao Poder Legislativo, Massucati apresentou um relatório com informações sobre a aplicação de recursos, oferta e produção de serviços e indicadores da área de saúde. Conforme o secretário, a administração tem sido executada com base na prioridade. 

“Elegemos prioridades, pois as demandas são muitas e nós temos limitações de ordem financeira, de ordem de pessoas. Temos que levar em consideração o que efetivamente trará mais resultados para os usuários do sistema público de saúde”, disse.

 

Horário estendido nas Unidades de Saúde

De acordo com a Lei 2.947/2010, está previsto o horário estendido nas Unidades de Saúde de Linhares, cujo objetivo seria regionalizar o atendimento. Pelo menos cinco já deveriam estar em funcionamento. No entanto, há duas limitações que atrasam a implantação do horário: dificuldades de ordem financeira, que geraria despesa de mais de R$ 1,7 milhão por ano, e falta de sistema informatizado na Secretaria Municipal de Saúde. 

 â€œNós já estamos com uma equipe trabalhando na informatização completa da nossa Secretaria de Saúde porque, infelizmente, a pasta não está ligada ao sistema de informática, no sistema de gerenciamento. E a abertura destas unidades básicas de saúde, sem estarem interligadas ao nosso sistema, traria dificuldades de ordem operacional”, afirmou Massucati. 

 

Implantação da classificação de riscos no HGL

O objetivo estratégico é organizar o sistema de serviço em rede de atenção municipal de saúde, composta por uma rede temática. Por isso, a intenção é implantar, em 2018, a classificação de risco no Hospital Geral de Linhares (HGL). 

“Para consolidar essa nossa vontade, nós colocamos no nosso Plano de Saúde [2018-2021], que foi amplamente discutido com o Conselho Municipal de Saúde, e aprovado. A intenção é ampliar a oferta de serviços de forma a atender as necessidades de saúde”, disse.

 

PA 24h do bairro Shell

As obras do Pronto Atendimento 24 horas do bairro Shell também estão incluídas no Plano Municipal de Saúde, conforme Massucati. A pretensão é que a construção do prédio seja concluída até o final deste ano. A obra é resultado de um convênio entre Município e Governo do Estado, cujo valor é de mais de R$ 3,8 milhões, sendo R$ 2.961 milhões provenientes do Estado e R$ 963 mil de contrapartida do Município. As obras estão paradas há quatro anos. 

Estão ainda previstos para este ano a reforma ampla do Hospital Geral de Linhares; transferência da Unidade de Saúde do Centro, atualmente sediada no Araçá, para o bairro Centro; término da construção do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (CAPS AD); mudança da Farmácia Básica de Saúde, localizada no bairro Araçá, para o Centro; e implantação da Rede Cuidar em parceria com o Governo do Estado.