Estupro: Bacharel em Direito é preso ao se apresentar para Exame da OAB em Jardim Camburi

Quando compareceu neste domingo (8) à Faculdade Estácio de Sá, em Jardim Camburi, para fazer o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), um bacharel em Direito de Linhares foi preso pela Polícia Civil. O crime cometido, segundo a PC, é estupro de vulnerável.

A operação, denominada “Exame”, foi coordenada pela delegada Suzana Garcia, e ela explicou que o nome “é porque o alvo de um Mandado de Prisão estava foragido e levantamentos realizados pelos Policiais Civis apontaram que ele compareceria, na data,  horário e local que foi realizada a captura, para a realização do Exame para acesso ao quadro da Ordem dos Advogados do Brasil”.

O bacharel em Direito, que tem 40 anos e não teve o nome divulgado, de acordo com a delegada Suzana Garcia, possuía mandado de prisão decretado em processo que foi condenado pela 4ª Vara Criminal da Comarca de Linhares, a cumprir 12 anos e 9 meses por prática de crime estupro de vulnerável.

Foto: Polícia Civil