Direto ao Ponto: Vereadores de Linhares ignoram greve dos professores

Linhares sem greve

A Sessão da Câmara de Vereadores de Linhares durou quase três horas e neste intervalo pouco ou quase nada foi comentado acerca da educação municipal em Linhares. Principalmente, sobre o movimento grevista dos professores que reivindicam a implantação do Plano de Cargos e Salários do Magistério. Pelo o visto, mais de 20 mil alunos sem aula não deve ser pauta em sessão alguma...


Outra história com o HGL

Durante seu pronunciamento na sessão de ontem (23), o vereador Enfermeiro Tobias (PSDC) convocou vereadores da Casa para visitar o Hospital Geral de Linhares (HGL) para apurar quais as necessidades estruturais e de pessoal do Hospital. O curioso é que Tobias é técnico em enfermagem e enfermeiro por formação e foi eleito vereador há um ano e quatro meses. Ainda precisa ir lá pra saber qual o problema?


Outra história com o HGL II

"Eu mesmo convoquei o secretário de saúde diversas vezes. Eu vou continuar cobrando. Eu quero pontuar os problemas do HGL. É muito fácil fazer foto lá na frente e falar que a culpa é dos vereadores e do prefeito. Eu quero levar a demanda. Se o secretário não atender, eu faço as criticas pontuais. A sociedade tem que ajudar a ter uma saúde de qualidade." O diretor do HGL, Eduardo Portilho, usou a Tribuna Livre na mesma noite.


Irmãos na mesma sala

Os vereadores aprovaram o Projeto nº 755/2018 que garante que irmãos sejam matriculados na mesma escola da rede municipal de ensino, caso a instituição disponha de turmas do nível educacional pretendido. Segundo o parlamentar, é desgastante para os terem de matricular seus filhos escolas diferentes por não haver incentivos desse tipo.


Diga-me

É preciso serenidade para enxergar as oportunidades que se apresentam. Pare, olhe ao redor, respire fundo e experimente.