Obras de ampliação do Aeroporto de Linhares devem gerar quase 200 empregos

Nesta segunda-feira (30), foi assinada a ordem de serviço para a construção do novo Aeroporto de Linhares. A obra - que já foi licitada - deve gerar 170 empregos diretos, atendendo a demanda de passageiros para voos regionais e executivos das Regiões Norte e Noroeste do Espírito Santo, além de servir como alternativa dos que pousariam na capital.

 

O governador Paulo Hartung destacou que a nova estrutura do Aeroporto de Linhares impacta diretamente na modernização da infraestrutura do Estado, principalmente, da Região Norte. "Isso significa logística. O Espírito Santo tem uma localização geográfica diferenciada. O Estado tem tudo para ser uma porta de entrada e saída de produtos no país. Devagar estamos avançando para melhorar a infraestrutura do Estado", ponderou.

 

O prefeito de Linhares Guerino Zanon enfatizou a importância da obra não só para o município como para toda região norte e noroeste do Espírito Santo e que ela será uma porta de entrada de novos investidores. "Essa obra não é de Linhares, não é do linharense, ela é de toda região norte e noroeste do Espírito Santo. Por onde eu tenho passado, prospectando novos investidores para o Município, o que eu mais tenho ouvido são questionamentos sobre nossos portos e aeroportos. E sim, nós estamos preparados para receber esses grandes investidores, nós estamos abrindo as portas e eu não tenho dúvida de que não é só para Linhares, estamos abrindo portas para todo o Espírito Santo", frisou o prefeito Guerino.

 

Durante a abertura do evento, o secretário de Estado de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, ressaltou a importância da obra para o desenvolvimento regional e para a logística capixaba. "A parceria e a persistência foram pontos fortes de toda a equipe que trabalhou para esta obra. Teremos investimentos que devem superar R$ 40 milhões, sendo R$ 30 milhões de obra e mais R$ 7 milhões de desapropriação e só dá para fazer esse investimento com um Estado organizado e com parceiros. Isso vai se traduzir em oportunidade de emprego e em renda para os capixabas", afirmou.

 

O secretário Nacional de Aviação, Dario Lopes, ressaltou que os investimentos não vão parar por aqui. "Esse aeroporto é um ponto de acesso diferenciado, gera emprego, renda, atrai empreendimentos. E no segundo semestre vamos começar a pensar em Cachoeiro", salientou.

 

Oportunidades

A fase de construção do Aeroporto de Linhares promoverá 170 oportunidades de emprego. Orçada em R$ 38 milhões e com prazo de 12 meses para conclusão os postos de trabalho serão na área de obras de arte e drenagem, que empregará 130 funcionários e outras 40 na pavimentação e terraplanagem. Todas as vagas serão disponibilizadas via Sine.

 

Convênio

A ampliação será realizada por meio de um convênio entre Governo Federal e Governo do Estado, e será executada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (DER-ES). A expectativa é de que as obras, que devem custar aproximadamente R$ 38 milhões, durem um ano.

 

Novo Aeroporto

O novo Aeroporto de Linhares terá uma nova pista de pousos e decolagens. A extensão da pista será aumentada de 1.350 metros para 1.850. O terminal de passageiros será ampliado de 60m2 para 2.500 m2. Também serão realizadas obras de melhoramento da pista de taxiamento e ampliação do pátio de aeronaves. Está prevista ainda a implantação de sinalização horizontal e luminosa, o que permitirá que o terminal passe a operar a noite. A Resa (área de segurança de fim de pista) é de 240 metros em cada cabeceira, conforme projeto. O novo aeroporto terá condições de receber voos comerciais com capacidade de até 180 passageiros além de aeronaves até a classe Boeing 757-200, geralmente cargueiros.