Câmara de Aracruz vota cassação do prefeito Jones Cavaglieri na segunda-feira

O prefeito de Aracruz Jones Cavaglieiri (Solidariedade) pode ser afastado da Prefeitura após votação na Câmara de Vereadores do município. Uma denúncia protocolada por um morador da cidade pede que o prefeito seja afastado de suas funções para que as irregularidades apontadas na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Lixo sejam apuradas. Durante oito meses, vereadores conduziram a comissão na oitiva de 39 pessoas.

No relatório final aprovado em segundo turno na sessão do dia 28 de maio, a CPI concluiu que há indícios de que houve direcionamento na contratação da empresa responsável pelo manejo de resíduos sólidos, formação de Caixa 2, dentre outros itens que podem ser conferidos através desse link: Na próxima segunda-feira (4), a denúncia será apresentada em plenário.

Nossa equipe entrou em contato com Jones Cavaglieiri. O prefeito se mostrou confiante e afirmou que não há qualquer irregularidade.

“Em relação a CPI que foi instaurada para investigar supostas irregularidades no processo de contratação da empresa de Limpeza Pública, em dezembro de 2017 o Tribunal de Contas do Espírito Santo, através do Ministério Público de Contas, decidiu arquivar o processo depois de terem analisado as documentações e não terem identificado nenhuma irregularidade na contratação. É um direito e dever da Câmara Municipal dos Vereadores investigar qualquer tipo de denúncia que chega a casa, e nós respeitamos isso. Felizmente a atual administração municipal atua com seriedade, ética e respeito ao cidadão”, garantiu Jones.