Secretários fazem balanço da força-tarefa do Governo do Estado

Os secretários Nylton Rodrigues e Ideraldo Lima, das pastas da Segurança Pública e da Agricultura, fizeram, na manhã desta quinta-feira (31), um balanço das atividades da força-tarefa que manteve a ordem e os serviços essenciais para a população capixaba durante a greve dos caminhoneiros.


Nylton Rodrigues destacou que o Governo estabeleceu prioridades ao longo do movimento. A primeira foi a manutenção dos serviços essenciais (trabalho das polícias, dos bombeiros, da Saúde e da Educação). Depois, a escolta dos produtos cruciais à vida. Em seguida, o trabalho para condução dos combustíveis.


“O trabalho das polícias foi perfeito. Montamos uma central de escoltas. Devemos lembrar que fizemos 516 escoltas de comboios de caminhões. A Polícia Civil ainda escoltou os produtos que chegaram aos supermercados. O trabalho com a PRF foi importante também”, ressaltou o secretário.


O responsável pela pasta da Segurança Pública disse também que a polícia realizou ações para escoltas de insumos para tratamento de água realizada pela Cesan.


Com relação à desmobilização dos protestos, Nylton Rodrigues exemplificou que os pontos de manifestação acabaram por volta das 21h de ontem (30). No início do movimento, chegaram a haver 39 locais com manifestos nas rodovias estaduais e federais que cortam o Espírito Santo. A inteligência foi usada para monitorar quem estava nos atos.


O secretário da Segurança ainda agradeceu a todo trabalho conjunto dos secretários e do governador Paulo Hartung. Amanhã (1º), será ponto facultativo nos órgãos do Estado. Todos os serviços essenciais estão em pleno funcionamento e à disposição dos capixabas.


Dados da Agricultura

O secretário de Estado da Agricultura, Ideraldo Lima, contou que o setor já volta à sua normalidade. A Ceasa já está recebendo produtos de fora do Espírito Santo, incluindo maçã, melancia e batata.


Ideraldo lembrou que já está ocorrendo o transporte do farelo de milho para alimentar aves e suínos do Estado.


“Sempre estivemos reunidos para definir as estratégias. Foi um trabalho conjunto. Devemos exaltar os agricultores capixabas, que têm muita competência. A situação já está se normalizando”, disse Ideraldo.


Serviços garantidos durante a greve:

- 100% dos ônibus circularam;

- Combustíveis nos postos: operações da PM escoltaram carretas e garantiram o produto à população;

- Ceasa em funcionamento e com a presença de produtores, havendo escoamento da produção;

- Hospitais atenderam normalmente. Estoques de sangue e de remédios garantidos;

- Escolas tiveram aulas regulares e o calendário não ficou prejudicado;

- Foi destinada alimentação para aves e suínos;

- Escoltas de insumos para a Cesan, garantindo o tratamento da água ao capixaba.