Redução de crimes é destaque em Reunião de Monitoramento

Mais homicidas na prisão e redução de assassinatos no Espírito Santo. Esses foram alguns dos resultados que foram apresentados ao governador Paulo Hartung, na tarde desta segunda-feira (11), durante a Reunião Integrada de Monitoramento de Indicadores de Segurança Pública, que ocorreu na Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), em Vitória. Estiveram presentes as principais autoridades capixabas da área.


Durante a reunião, o governador comentou o Atlas da Violência divulgado recentemente pelo Fórum da Segurança Pública, apontando que no Espírito Santo houve uma redução de 37% no índice de homicídios nos últimos 10 anos. “Isso é uma construção que tem ação de nossas polícias. Também considero importante este modelo gerencial onde os números são avaliados e, a partir deles, as ações são planejadas. Temos muito para avançar, mas a realidade vem mudando de maneira significativa”, analisou.


O secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, revelou que a prisão de homicidas no Espírito Santo teve um crescimento em relação ao ano passado. Foram 885 presos em 2018, contra 595 em 2017. A quantidade ainda é maior que a de 2016, quando 883 foram detidos. Os dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 31 de maio dos respectivos anos.


Os homicídios dolosos de 2018 também estão com redução de 3%, se comparados a 2016. E a queda deste ano, quando comparada a 2017, é de 27%. “Esse número de 533 homicídios dolosos, em 2018, é o menor da série histórica. É o melhor início desde 2001. Fazemos o monitoramento diariamente”, explicou Nylton Rodrigues. A quantidade de mortes contabilizada vai do período de 1º de janeiro a 10 de junho de cada ano.


Analisados com maior ênfase na reunião desta segunda-feira (11), os dados da Grande Vitória, neste ano, mostraram que houve queda de 29% dos homicídios (comparação entre 2018 e 2017), além de reduções nos números de roubos contra comércio e de outros crimes contra patrimônio.