Direto ao Ponto: Bolsonaro causa brigas entre artistas da TV Globo

Bolsonaro versus artistas da Globo

Artistas da Globo que não apoiaram Bolsonaro (PSL) estão pressionando colegas a se recusar a trabalhar ou não convidar colegas que assumiram apoio ao presidente eleito Bolsonaro. Atores e atrizes que estão sendo chamados para as próximas produções da emissora, por exemplo, exigem saber antes quem serão os colegas de elenco. Eles afirmam que não querem atuar com "fascistas". A divisão entre os artistas por causa de política é inédita na emissora.


O que seu vereador (a) está fazendo?

A coluna Direto ao Ponto recebeu informação de que profissionais da comunicação da região estão realizando um levantamento que vai apontar a produção e efetividade dos vereadores eleitos em alguns municípios da região. O objetivo é apurar os projetos e demais projetos que foram apresentados pelos parlamentares de Linhares, Rio Bananal, Sooretama e Aracruz. Você se sente bem representado pelos vereadores e pelas vereadoras da sua cidade?


Papel do vereador

Vale lembrar que o papel do vereador não é arrumar emprego para os amigos e parentes, nem levar paciente para consulta, comprar remédio e muito menos doar materiais esportivos ou de construção. Isso é clientelismo da velha política. Cabe ao parlamentar eleito, fiscalizar o trabalho do prefeito, dos secretários municipais e criar leis que melhorem a vida das pessoas. Parece piada, mas é isso que os munícipes devem cobrar da Câmara Municipal.


Partido Rede (Aracruz) emite nota

O partido Rede Sustentabilidade (Elo Aracruz) emitiu uma nota repercutindo o caso de expulsão do vereador Alcântaro Filho, presidente da Câmara de Aracruz. “Esta decisão se dá principalmente para que permaneçam os que respeitam a construção da história do partido e das lutas em favor da nação e não há espaço para quem apenas se oportuniza da sigla partidária para galgar mandato com a soma de votos que lhe beneficiem, ou em qualquer ocasião que for conveniente para um projeto individual”, diz um trecho da nota. O conteúdo completo pode ser lido aqui https://bit.ly/2qwkS5Q.


Sabia que...?

A Nasa encerrou a missão do telescópio Kepler, que há nove anos caçava planetas habitáveis. Ele descobriu 2.662 planetas com características variadas — alguns com potencial de abrigar vida — e registrou 530.506 estrelas e 61 supernovas. Aposentou porque ficou sem combustível no espaço. Foram 9 anos procurando vida em outros planetas. Com certeza, missão mais fácil que achar servidor trabalhando em alguns órgãos públicos que só servem como cabide de emprego.


O povo fala: “Viver ou morrer é o de menos. A vida inteira pode ser qualquer momento. Ser feliz ou não: questão de talento” Ney Matogrosso