Direto ao Ponto: Não descarto concorrer à Prefeitura de Linhares, diz Eliana Dadalto

A Coluna Direto ao ponto vai iniciar nesta sexta-feira (9) o mais novo espaço de entrevistas. Semanalmente, vamos publicar um bate-papo da nossa equipe com personalidades capixabas dos mais variados meios da sociedade. Na rodada de estreia, conversamos com a deputada estadual Eliana Dadalto (PTC). 

Nas eleições de outubro, Eliana alcançou mais de 13 mil votos, mas não foi reeleita. A pouco mais de um mês do fim do seu primeiro mandato, a deputada não descarta participação no processo eleitoral que vai definir o comando da Prefeitura de Linhares, sua base eleitoral, ainda em 2020.


Direto ao Ponto: Nesta legislatura, a senhora se mostrou bastante atuante nas causas sociais, movimentos populares e rurais e ampliou a participação das comunidades além de Linhares, Rio Bananal e Sooretama. O que deu errado na sua reeleição?

Eliana Dadalto: Em Linhares, a cidade onde moro e onde tenho minha maior base eleitoral, tiveram muito candidatos. Se não me engano, foram aproximadamente dez candidatos a deputado estadual só de Linhares, contando outros candidatos de fora que receberam votos aqui. Também houve um grande numero de abstenção e votos nulos e brancos. Então, tudo isso somado, atrapalhou não só a mim, como a outros candidatos com grande potencial de se elegerem.  Infelizmente, nossa região perde muito, tendo poucos representantes na Assembleia Legislativa cobrando investimento e destinando emendas para as cidades do Norte e Noroeste do Estado.

 

Na campanha para Prefeitura de Linhares em 2016, o governador eleito Renato Casagrande (PSB) esteve em seu palanque. Agora, em outubro, vocês estiveram juntos novamente. Sem mandato a partir de 2019, quais são seus planos? Vai focar ações em Linhares ou participar da gestão do Casagrande?

Em 2014 também estive na base de apoio do governador Casagrande. Então, por três vezes consecutivos caminhamos juntos. Após terminar meu mandato, vou continuar fazendo o que sempre fiz, apoiando e colaborando com projetos e entidades filantrópicas e sociais de Linhares e na nossa região.Trabalhei muito nos últimos quatro anos, cobrei insistentemente pela Estadualização do (HGL), destinei recursos para a reabertura da UTIN do Hospital Rio Doce, além de cobrar da Fundação Renova por maior agilidade aos atingidos pela lama da Samarco no Espirito Santo.

Acredito que honrei cada voto que recebi.  Infelizmente, não fui reeleita, mas sempre falo que estou na politica por missão, e com ou sem mandato, vou continuar trabalhando pela nossa população. Sobre a participação na gestão do governador Casagrande, não houve nenhuma conversa a esse assunto, mas caso receba um convite para continuar trabalhando pelo povo capixaba, vou avaliar com muito carinho.


Por falar em Linhares, vale lembrar que em 2016, a senhora polarizou a eleição à Prefeitura de Linhares com o atual prefeito Guerino Zanon (MDB) e ficou em segundo lugar. Hoje, no atual cenário, o município carece de lideranças ativas com trabalho reconhecido pela população. Faltam dois anos para mexer as peças, mas o sonho de ser prefeita ainda está vivo?

 

Não é o sonho de ser prefeita de Linhares que me faz militar na politica, eu sonho com uma gestão voltada para a população mais carente. Sonho em ver novas lideranças politicas surgindo em Linhares e trabalhando para construirmos uma cidade melhor para nosso povo.

Sonho com a união das honestas, justas e honradas pessoas lutando pelo bem comum de Linhares. Esse sonho pode se realizar comigo sendo candidata à prefeita, se for da vontade de Deus e do povo de Linhares, como também eu apoiando um nome que una as pessoas de bem de nossa cidade com esse objetivo.  Não descarto concorrer novamente à prefeitura, mas essa vontade não tem que partir de mim, tem que partir da população de Linhares.


Da atual legislatura que contava com cinco mulheres parlamentares, somente duas foram reeleitas, além da eleição de Iriny Lopes (PT). Em todo o país, somente uma governadora foi eleita. Na sua avaliação, o fato de ser mulher ainda é um paradigma na política no país?

Posso estar errada, mas pra mim, no Brasil ainda existe muito preconceito em votar em mulheres, e esse preconceito parte das próprias mulheres. Lutamos tanto para conquistarmos o direito de votar e depois o direito de nos candidatarmos e hoje as próprias mulheres não apoiam outra mulher, quando esta se candidata. Infelizmente, nosso país ainda levará anos para se livrar dessa visão e comportamento machista. Eu, com toda humildade, tento dar minha contribuição para superarmos isso, mas tenho convicção que ainda temos um longo caminho a percorrer.


Qual a expectativa da senhora em relação ao trabalho de governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL)?

Torço não só para o presidente Jair Bolsonaro, mas para todos os eleitos, que eles honrem o voto de confiança dado pelo povo brasileiro. Que os eleitos nestas eleições trabalhem para tirar o país desse mar de lama e descrédito que vive a politica e os políticos. Que todos os eleitos, trabalhem para o bem comum da sociedade e não em projetos pessoais ou partidários, essa é a minha expectativa e é por isso que sempre lutei e acreditei na política.

 

Deixe uma mensagem para os seus eleitores e demais capixabas neste fim de ano e novo ano que se aproxima.

Quero agradecer aos 13.568 votos que recebi nessa eleição, agradeço também a todos que me apoiaram e me incentivaram nos últimos quatro anos que estive como deputada estadual. Para mim, foi uma experiência incrível que vou carregar com muito carinho pelo resto da minha vida. Foram anos de muito trabalho, muita luta e muito aprendizado. Pude ver e conhecer melhor no Estado, e tentei da melhor forma contribuir para melhorar a vida da nossa população. Nesse ano que está se encerrando deixo um grande abraço a todos, torço e acredito que viveremos dias melhores.

Deus, nosso Pai Eterno, é quem deixo guiar minha vida e traçar meu caminho.  Confio Nele e tenho certeza que Ele sabe o que é melhor pra mim, por isso, mesmo não tendo sido reeleita, vou encerrar meu mandato com a alma leve, o coração e a consciência tranquila, não guardo magoa nem rancor de ninguém.  Desejo a todos e todas,  nesse fim de ano e no inicio do próximo, muito amor, paz e esperança.