Direto ao Ponto: Quem vai assumir o comando da Câmara de Vereadores de Aracruz em 2019?

A cadeira do Legislativo

As movimentações para definir quem assumirá o comando da Câmara de Aracruz no biênio 2019/2020 já começaram. A eleição deve acontecer até o fim de dezembro. Por que a eleição da Mesa Diretora é importante para a cidade? Só para se ter uma ideia, ano passado a Câmara devolveu R$ 4.804,148,23 aos cofres da Prefeitura de Aracruz. O dinheiro é fruto da economia de recursos do Legislativo. O que foi feito com isso, só o prefeito Jones Cavaglieiri (SD) sabe.

 

Jogo aberto

Por força do regimento interno da Casa, o atual presidente Alcântaro Filho não pode ser reeleito. O jogo está aberto, mas por enquanto, o vereador Romildo Broetto (PV) e a vereadora Dileuza (PSB) já começaram as articulações. Romildo é o atual vice-presidente da Câmara e está ligado ao deputado estadual Erick Musso (PRB). Já Dileuza é a primeira secretária da Mesa Diretora e tem atuado com uma postura mais independente.

 

Junto e misturado

Em junho de 2017, os vereadores Romildo (PV), Mônica Cordeiro (PDT), Alexandre Manhães (MDB), Toni Loureiro (PP), Carlinhos do Josiel (PP) e Dileuza (PSB) formaram um bloco de oposição ao ao prefeito Jones. À época, Lula (PRTB) e Adeir do Gás (PTB) discursavam como oposicionistas, mas não aderiram ao bloco. Hoje, o jogo virou e muitos deles estão conectados a Jones. Tem sido bastante comum ver os vereadores do então Bloco de Oposição ao lado do prefeito nos eventos promovidos no município.

 

A força da mulher

Seguindo a linha de independência que ajudou a eleger o atual presidente da Câmara, quem manteve essa postura e o nome descolado de qualquer polêmica foi a vereadora Dileuza. Com trabalho sério até aqui, a vereadora da Vila do Riacho tem força para construir uma candidatura com a ajuda do grupo que não vota em Romildo de jeito nenhum. E ela já conquistou aliados para isso.


Erick Musso mais forte

A vitória de Romildo indicaria fortalecimento do grupo político de Erick Musso. Há rumores que indicam que Romildo não disputa o Legislativo em 2020. Paralela às movimentações de Romildo e Dileuza, circula nos bastidores a intenção de candidatura do vereador Paulo Flávio (PRB), um dos líderes do governo Jones na Câmara. No grupo do prefeito, o nome de Paulo ainda não teria sido aceito por todos os vereadores. Há uma corrente que defende que Bibi Rossato (PSL) seja o candidato governista.


Fantasmas até 2020

Levando em consideração a eleição da atual Mesa Diretora, o prefeito Jones Cavaglieri não levou a melhor. O presidente Alcântaro Filho não era o preferido de Jones. Por ter se apresentado como independente, à época, Alcântaro foi consenso entre o grupo de vereadores aliados ao deputado Erick Musso. Agora, a expectativa do mercado político é que Jones se movimente para evitar novos fantasmas até 2020.


Trio Parada Dura

Além dos nomes citados, ainda correm por fora os vereadores Alexandre Manhães (MDB), Toni Loureiro (PP) e Lula (PRTB).  Há quem diga que seja um movimento coletivo para favorecer a candidatura de Romildo Broetto lá na frente. É aguardar para ver quem se sai melhor na disputa. Até a data da votação, há muita água para rolar debaixo dessa ponte.


Povo fala: "Não se afobe não, que nada é pra já" Chico Buarque