Deputado Evair de Melo defende veto ao reajuste salarial dos Ministros do STF

O deputado federal Evair de Melo (PP-ES) apresentou um ofício à Presidência da República solicitando o veto ao PLC 27/2016, que dá reajuste salarial aos ministros do Supremo Tribunal Federal. Para o parlamentar, a aprovação no Senado Federal vai de encontro aos anseios dos brasileiros, por conta do momento econômico vivido pelo país. “Quando nos deparamos com incontáveis cortes de recursos do orçamento federal para investimentos estruturantes, não podemos nos dar ao ‘luxo’ de criar novas e astronômicas despesas”, completou.

De acordo com o ofício apresentado pelo parlamentar, somente no Poder Executivo Federal, o impacto do reajuste seria de aproximadamente R$ 350 milhões, pois o aumento do subsídio eleva o teto salarial dos servidores do Poder Executivo de forma automática.

Em discurso no Plenário da Câmara na última segunda-feira (12), Evair repudiou o reajuste salarial dos ministros do STF, que subirá de R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil, e fez duras críticas ao Senado Federal. “É uma vergonha. Não podemos aceitar isso em hipótese alguma. É uma irresponsabilidade, uma insanidade”.