Professor de Linhares cria ferramenta para tornar aula de matemática mais interativa

O estudo da matemática por diversas vezes é alvo de reações de medo e reclamação por grande parte de alunos em diversos graus de ensino. No fundamental, muitos professores da Rede Municipal buscam alternativas criativas para incentivar os estudantes ao gosto pela disciplina e Hércules Smarçaro Marchiori é um deles. No ano passado, ele transformou a Praça 22 de Agosto num grande campo de estudo da trigonometria e após as aulas regulares, o local foi apresentado aos alunos por outro ângulo, mostrando que nas diversas formas do nosso cotidiano, a matemática está inserida.

Neste ano, Hércules reuniu seus alunos do 9º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental - EMEF Elza Roni Scarpati, para juntos construírem um teodolito caseiro, também auxiliando e estimulando o gosto pela trigonometria. O aparelho é uma réplica do instrumento de precisão para medir ângulos horizontais e verticais, utilizado por engenheiros e topógrafos. Após as aulas teóricas e construção da ferramenta, a aula de campo foi na Reserva Natural da Vale, no município vizinho de Sooretama.

Num espaço amplo e normalmente utilizado para o lazer, os alunos colocaram em prática o conteúdo estudado, o que para o professor é uma importante alternativa para fixar o conhecimento adquirido e ampliar as perspectivas que a disciplina apresenta. "A aula prática busca fixar o conteúdo aprendido em sala de aula, permitindo que os estudantes aprendam a usar ativamente o conhecimento adquirido e, dessa maneira, possam estabelecer novas relações com o mundo, é também uma maneira de conquistar a confiança do aluno e mostra a eles que a matemática não é um bicho papão", afirma Hércules.