Rodar de carro nas areias das praias de Linhares vai custar caro no bolso do motorista

Circular pela extensa faixa de areia da praia do Pontal do Ipiranga com veículos automotores é uma prática adotada por diversos motoristas, mas, esse tipo de comportamento pode acarretar para o condutor, que põe em risco a vida de banhistas, uma multa a partir de R$ 1 mil, além de ser autuado com 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação, por se tratar de uma infração de gravidade média e ainda ter o veículo apreendido.

O alerta é do diretor municipal de trânsito da Prefeitura de Linhares, Douglas Simplício, que explica que os trabalhos de fiscalização feitos por agentes do órgão e por equipes da secretaria municipal de Meio Ambiente, para coibir o estacionamento e circulação de veículos na área destina aos banhistas será feita com rigor durante todo o verão até o carnaval, sendo intensificada aos finais de semana quando o fluxo de pessoas nas praias é bem maior.

A fiscalização tem como objetivo garantir o cumprimento as Leis Municipais 3.461/2014 e 1.914/1996, que proíbem o tráfego de veículos na faixa litorânea de areia. "Principalmente durante os finais de semana é comum ver famílias inteiras nas praias e com isso a circulação de crianças é enorme, onde os motoristas que insistem em descumprir a lei podem causar um grave acidente", ressaltou.

Os agentes de trânsito da Prefeitura e fiscais do Meio Ambiente realizarão o monitoramento de toda a extensão da praia de Pontal do Ipiranga. Banhistas devem fazer denúncias à Polícia Militar através do telefone 190 ou pessoalmente no Destacamento da PM do balneário para que os fiscais possam lavrar as multas.


Carros de som
Os carros de som estão proibidos em via pública, e os proprietários dos veículos flagrados com o som acima de 70 decibéis poderão ser multados e os carros até recolhidos por agentes de trânsito da Polícia Militar e da Prefeitura, também conforme legislação. Os agentes ambientais da prefeitura também fiscalizarão os proprietários de carros que ultrapassarem o limite por meio de decebilímetros.

Assim como nos casos de estacionamento irregular, denúncias de carros de som também podem ser feitas à Polícia Militar, via 190 ou na sede do Destacamento da PM no balneário.