Dois homens s√£o mortos em um intervalo de duas horas em Linhares

Noite de quinta-feira (9) marcada pela violência em Linhares, no Norte do Estado. Duas pessoas foram assassinadas em um intervalo de aproximadamente duas horas. O primeiro crime aconteceu na praia de Pontal do Ipiranga, o mais famoso balneário de Linhares. Populares entraram em contato com a Polícia Militar, por volta das 19 horas, para informar que um rapaz, identificado como João Vitor dos Reis, havia sido executado.

Chegando ao local os militares encontraram a v√≠tima em uma varanda, com sete perfura√ß√Ķes na regi√£o das costas. Os PMs tamb√©m encontraram uma pe√ßa pl√°stica, utilizada em cartucho de arma de grosso calibre. Ningu√©m soube explicar detalhes do crime nem as caracter√≠sticas do respons√°vel pelo assassinato.

Duas horas depois, por volta das 21 horas, mais um homicídio foi registrado, desta vez no Interlagos, o maior bairro do município. Segundo a polícia, um rapaz, identificado como Renan dos Santos Rufino, 32 anos, foi executado a balas.

Segundo o boletim policial, a Pol√≠cia Militar foi chamada para atender a uma ocorr√™ncia de disparos de arma de fogo em frente ao Posto de Sa√ļde do bairro. Com base no relato dos policiais, chegando ao local, pr√≥ximo √† casa de n√ļmero 75, eles encontraram v√°rias c√°psulas de balas e projetis, al√©m de muito sangue em uma escada que d√° acesso a um im√≥vel.

Populares contaram que o rapaz havia sido socorrido pelo dono do imóvel e levado até um hospital de Linhares, mas que a vítima teria morrido durante o trajeto.

Em conversa com os familiares, os PMs ouviram a vers√£o do tio de Renan. Ele contou que estava tomando cerveja com algumas pessoas, em frente √† pr√≥pria casa, quando dois homens chegaram de surpresa e come√ßaram a atirar v√°rias vezes. Os atiradores fugiram em um Volkswagen modelo Golf, de cor preta. O pr√≥prio tio foi quem socorreu Renan, mas a equipe m√©dica que fez o atendimento contou aos policiais que o rapaz j√° chegou sem os sinais vitais. Pelo menos 12 perfura√ß√Ķes foram encontradas no corpo de Renan. Ningu√©m soube informar a motiva√ß√£o do crime ou a identifica√ß√£o dos rapazes que atiraram.

A Pol√≠cia Civil est√° investigando o caso e j√° tem algumas pistas sobre os homic√≠dios, mas os detalhes n√£o foram passados para n√£o atrapalhar as investiga√ß√Ķes.

 

ÔĽŅ
ÔĽŅ