Suspeitos de latrocínio contra dono de barbearia na Serra são presos pela PC

A equipe da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Serra cumpriu dois mandados de prisão temporária em desfavor de P.F.X., de 24 anos, e G.A.A.F, de 19 anos. Eles são suspeitos do crime de latrocínio contra José Luiz Gustavo Marcelino dos Santos, de 64 anos, ocorrido no dia 10 de maio, no bairro Nova Carapina II. Os suspeitos foram detidos na última quarta-feira (15), no mesmo bairro onde ocorreu o delito.

De acordo com o delegado adjunto da DHPP, delegado Ramiro Diniz, o terceiro suspeito do crime identificado como L.G.M.S., de 18 anos, foi preso em outra ação realizada pela equipe da DHPP, nessa terça-feira (14).

“O crime ocorreu em frente à barbearia da vítima. Os suspeitos anunciaram o assalto e José se negou a entregar os pertences. Os autores desferiram dezenas de facadas na vítima, que não suportou e veio a óbito”, explicou o responsável pela investigação.

Ramiro Diniz contou que, a princípio o caso começou a ser investigado como homicídio, mas a partir da prisão dos suspeitos, depoimentos de testemunhas, análise de imagens e todo o levantamento de informações, o crime ficou caracterizado como latrocínio.

“A vítima não tinha envolvimento com atividades ilícitas e de acordo com algumas testemunhas, não tinha inimigos. Além disso, era uma pessoa muito querida no bairro Nova Carapina II, fato que demonstra a crueldade dos autores”, relatou o delegado.

Durante o depoimento, os três suspeitos confessaram o crime. Após os procedimentos de praxe, os suspeitos foram indiciados por latrocínio e encaminhados para o Centro de Triagem de Viana (CTV).