Assembleia Legislativa lança hoje campanha pelo fim da violência contra a mulher

A Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa (Ales) promove nesta terça-feira (13) a abertura da campanha “Agosto Lilás”, que visa à conscientização pelo fim da violência contra a mulher. A cerimônia será às 14 horas, em frente ao órgão, no térreo da Assembleia.

Segundo a procuradora da Mulher, deputada Janete de Sá (PMN), o objetivo é chamar a atenção da sociedade para o combate a atos de covardia contra as mulheres, incentivar as denúncias e fomentar políticas públicas de proteção.

“As mulheres querem e merecem mais do que sobreviver. No Espírito Santo houve um crescimento geral na violência. Somos o 2º estado mais violento do Sudeste, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro. De janeiro a agosto de 2018 a Secretaria Estadual de Segurança Pública registrou 57 homicídios de mulheres. Esse ano, no mesmo período, já foram 50 casos com tendência à elevação por conta do clima de intolerância e ódio. Desses, 50 crimes de mulheres 21 são considerados feminicídios, ou seja, 42% dos casos”, afirma Janete de Sá.

A deputada destaca ainda que a Procuradoria já realizou em 318 atendimentos a mulheres vítimas de violência. Desse total, 123 atendimentos foram no primeiro semestre de 2019. Hoje há 48 processos, todos na área da família, tramitando por meio da Defensoria Pública, com a qual há firmado um termo de cooperação.

“As ações mais ajuizadas são as decorrentes do registro do boletim de ocorrência de violência (divórcio, guarda, alimentos, separação de corpos quando o homem não é preso no flagrante da violência).Nossa maior captação de mulheres vem das Delegacias Especializadas. A mulher não sai da Procuradoria sem ter seu problema resolvido ou encaminhado para solução”, ressalta Janete.