Aracruz cria Plano de Ação caso óleo chegue ao litoral do município

A prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), considerando a real possibilidade de o √≥leo que atingiu o litoral do Nordeste, chegar ao munic√≠pio, j√° deu in√≠cio a uma estrutura√ß√£o para criar um Plano de A√ß√£o e instituir um gabinete de crise. Este plano de conting√™ncia e emerg√™ncia contar√° com um banco de volunt√°rios e uma rede de monitoramento, al√©m da disponibiliza√ß√£o de recursos humanos e infraestrutura da administra√ß√£o p√ļblica.

Por meio de uma parceria com o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos H√≠dricos (IEMA), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renov√°veis (IBAMA) e Instituto Chico Mendes de Conserva√ß√£o da Biodiversidade (ICMbio) ser√° realizado nesta pr√≥xima segunda-feira (4), das 9h √†s 12h, no Plen√°rio da C√Ęmara Municipal, um treinamento para os servidores de Aracruz e de Fund√£o.

Essa capacitação se faz necessária, em um primeiro momento, para a atuação no recolhimento do óleo, pois trata-se de uma operação que envolve muitos riscos de intoxicação. A prefeitura de Aracruz, sabendo que já foi deflagrado o Plano de Ação Estadual, buscou junto às entidades envolvidas, o apoio para esta capacitação que será proferida pelos técnicos dessas entidades.

Este √© o maior desastre ambiental que j√° assolou o litoral do Brasil, sendo o √≥leo (petr√≥leo cru), segundo investiga√ß√Ķes da Pol√≠cia Federal, foi derramado por um navio grego, por√©m, ainda n√£o se sabem as circunst√Ęncias do incidente. De acordo com o secret√°rio de Meio Ambiente (Semam) Edgar Allan Martins, o impacto da chegada desse √≥leo ao litoral aracruzense n√£o seria somente ambiental, por isso a import√Ęncia do envolvimento dos servidores nessa capacita√ß√£o. ‚ÄúTeremos tamb√©m um impacto social e econ√īmico grav√≠ssimo, principalmente com a chegada do ver√£o. Por isso precisaremos que nossos servidores participem desse treinamento‚ÄĚ, ressalta.

Ainda de acordo com o secret√°rio, ‚Äúcabe destacar que com o avan√ßo do √≥leo registrado nos munic√≠pios do nordeste, salvo interfer√™ncias das correntes oce√Ęnicas ou de a√ß√Ķes antr√≥picas, existe uma grande possibilidade, de que em uma semana, esse √≥leo chegue em Concei√ß√£o da Barra, portanto, devemos ligar o sinal de alerta‚ÄĚ, enfatiza.

ÔĽŅ
ÔĽŅ