Segurança

Operação 'Caim VI' resulta em 52 prisões em todo o Estado

Um total de 52 detenções foram realizadas, sendo 12 de homicidas que possuíam mandado de prisão em aberto

22/05/2020 15h22
Por: Redação ES 24 HORAS

Na manhã da última quinta-feira (21) foi deflagrada, em todo o Estado, a sexta fase da Operação Caim, planejada pela Superintendência de Polícia Especializada (SPE) da Polícia Civil. Um total de 52 detenções foram realizadas, sendo 12 de homicidas que possuíam mandado de prisão em aberto.

Durante o cumprimento de 32 mandados de busca e apreensão, as equipes apreenderam dez armas, munições, drogas, veículos e mais de R$ 5 mil em dinheiro. Na Região Metropolitana de Vitória, mais de 100 policiais foram empenhados, reunindo equipes da Polícia Civil, Polícia Militar, Força Nacional e Guardas Municipais de Vitória, Vila Velha e Serra.

"É uma operação relevante, que demanda muito trabalho das polícias. Estamos falando de 52 pessoas detidas, entre elas doze homicidas, dez armas de fogo... Então é um trabalho que demonstra empenho, dedicação e compromisso das forças de segurança do Estado com a sociedade capixaba", afirmou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ramalho.

A Operação Caim tem como principal objetivo direcionar esforços das unidades especializadas da Grande Vitória e do interior do Estado para a redução dos índices de criminalidade, principalmente, o número de homicídios. O foco é o combate a organizações criminosas que atuam principalmente na Grande Vitória, o cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão, e a prisão de homicidas e de traficantes.

A delegada geral adjunta da Polícia Civil, Denise Carvalho, destacou que a participação popular é de extrema importância para o sucesso das ações. "As seis edições já somam 213 detenções em todo o Estado e a contribuição das comunidades com informações é crucial para este resultado. Eu agradeço e peço que a população continue contribuindo com o trabalho da polícia, por meio do Disque-Denúncia 181", disse.

As prisões desta fase ocorreram em todas as regiões do Estado. Na Região Metropolitana foram 13 detidos. Na região norte, dois detidos. Na região noroeste, seis pessoas foram presas. Na Região serrana do Estado ocorreram 13 prisões e na região sul, foram 18. A sexta fase da Operação Caim foi a que registrou o maior volume de prisões.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.