Programa Escolar
Calçamento Rural
Prevenção

Pré-natal odontológico: Grávidas posam para fotos para incentivar outras gestantes

Consultas devem acontecer quanto mais cedo possível

14/10/2020 18h19
Por: Redação ES 24 HORAS

Cuidar da saúde bucal durante a gestação é tão importante quanto fazer o pré-natal corretamente. Porém, pouca gente sabe dessa necessidade e dos riscos de não cuidar da boca neste período de tantas transformações na vida da mulher. Em Linhares, a secretaria municipal de Saúde realiza uma campanha para incentivar as gestantes a buscarem atendimento na Unidade de Saúde mais próxima. 

Durante os tratamentos elas posam para fotos para incentivar outras gestantes a procurarem o atendimento, que é oferecido gratuitamente na rede municipal de saúde.

O Diretor de Saúde Bucal e Cirurgião dentista, Itamar Teixeira, disse que problemas periodontais (gengivais) e de focos dentários na boca da gestante podem levar ao parto prematuro e ao risco de desenvolvimento e nascimento da criança com baixo peso. Ele reforça que a consulta odontológica da gestante, quanto mais cedo possível é indicada, fundamental, importante e segura, e sua periodicidade dependerá de cada mãe e das suas condições de saúde bucal.

As  consultas realizadas nas unidades básicas de saúde dividem-se em check-up prioritário e plano de tratamento. Além dos cuidados odontológicos com a gestante e os cuidados com as orientações e prevenção da saúde bucal do bebê (odontologia intrauterina).

Itamar também explica que na gestação ocorrem alterações hormonais que repercutam na fisiologia bucal, modificando o equilíbrio normal da boca, podendo levar à exacerbação do processo carioso e a afecções gengivais. “Não é o período gestacional o responsável por tais alterações, mas pode agravar um quadro de inflamação gengival preexistente, principalmente se houver negligência da higiene bucal”, alerta.

 

Fluxo de Atendimento

Segundo protocolo da Secretaria de Saúde, na consulta de pré-natal do segundo trimestre, o médico ou enfermeiro deverá encaminhar a gestante para avaliação odontológica. “A Equipe de Saúde Bucal da Unidade Básica de Saúde, por sua vez, orientará as gestantes sobre os cuidados odontológicos tanto da mãe como do recém-nascido e, conforme necessidade individual, determinará a periodicidade das consultas odontológicas”, complementa Itamar.

As gestações consideradas de alto risco (pré-eclâmpsia, diabetes gestacional e hipertensão descontrolada) devem ser referenciadas para o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), que funciona no Naps, no bairro Colina, ou para a Atenção Especializada Hospitalar, que funciona no Hospital Geral de Linhares (HGL).

A recomendação é que se faça, no primeiro trimestre, só aquilo que não puder ser adiável. Mas ainda pode-se fazer profilaxia, tratamento periodontal, eliminação de focos infecciosos e tratamentos restauradores. “O segundo trimestre é o melhor período para o tratamento odontológico”, finaliza Itamar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.