EDP
Institucional PML Junho
Saúde

Hospitalizações de adolescentes por covid é 3 vezes maior que gripe

Relatório do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA) comparou os números da covid com três temporadas de gripe

05/06/2021 15h50Atualizado há 2 semanas
Por: Redação ES 24 HORAS
Fonte: R7
Pesquisadores atribuem aumento de casos entre jovens ao não distanciamento - (Foto: Pixabay)
Pesquisadores atribuem aumento de casos entre jovens ao não distanciamento - (Foto: Pixabay)

O número de hospitalizações de adolescentes entre 12 e 17 anos por covid é três vezes maior do que as internações por gripe, segundo um relatório do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), do governo dos Estados Unidos, divulgado na sexta-feira (4). 

Os pesquisadores compararam os números de hospitalizações por covid-19 com as internações por gripe, na mesma faixa etária, durante as temporadas de gripe de 2017, 2018, 2019 e 2020.

Foram analisados dois períodos: hospitalizações entre 1º de janeiro a 31 de março e 1º de março de e 24 de abril. Entre os 204 adolescentes que foram internados por covid-19 no primeiro período, 31,4% ficaram em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 4,9% necessitaram de ventilação mecânica invasiva. No geral, 70,6% tinham uma ou mais comorbidades, as mais comuns eram obesidade (35,8%), doença pulmonar crônica, incluindo asma (30,9%), e distúrbios neurológicos (14,2%). Não houve mortes.

Já no segundo período, a taxa de hospitalização semanal atingiu um pico de 2,1 por 100 mil adolescentes, caíu para 0,6 em meados de março e voltou a aumentar para 1,3 em abril. O relatório ainda ressala que as taxas cumulativas de hospitalização por covid-19 durante um período mais amplo, de 1º de outubro de 2020 a 24 de abril deste ano foram três vezes mais altas do que as taxas de hospitalização associadas à gripe nas três temporadas recentes de gripe (2017/2018, 2018/2019 e 2019/2020) obtidas pela Rede de Vigilância de Hospitalização de Influenza (FluSurv-NET), sistema de vigilância populacional que engloba 14 estados, cobrindo 10% dos norte-americanos.

“Muito desse sofrimento pode ser evitado”, afirmou Rochelle P. Walensky, diretora do CDC por meio de comunicado, segundo o jornal The New York Times. “A vacinação é a forma de sair desta pandemia”, completou. Nos Estados Unidos, adolescentes entre 12 e 17 anos já estão sendo vacinados contra a covid-19. 

O relatório destaca que crianças têm um risco menor de contrair covid-19 do que adultos e a chance da forma grave aumenta com a idade. Desde o início da pandemia, a taxa de hospitalizações de crianças de 12 a 17 anos foi 12,5 vezes menor que a de adultos. Mas, por outro lado, essa taxa foi maior do que a observada em crianças de 5 a 11 anos.

Os pesquisadores atribuem o aumento da taxa de hospitalizações entre adolescentes às variantes mais contagiosas, a abertura das escolas e ao afrouxamento das precauções contra a covid, como não manter o distanciamento social.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Vitória - ES
Atualizado às 06h08
20°
Céu encoberto Máxima: 26° - Mínima: 18°
20°

Sensação

11 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
Ripple
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas